Pular para o conteúdo principal

Terra do Fogo (Tierra del Fuego)

Não sou especialista em Geografia, mas me incomodava a inclusão de Rio Grande (RS) à Terra do Fogo, por membros do facebook, que moram aqui. Tentei averiguar a razão do aposto e percebi que há uma cidade argentina denominada Rio Grande, e talvez por isso, o engano.

A Terra do Fogo (em espanhol Tierra del Fuego) é um arquipélago na extremidade sul da América do Sul, formado por uma ilha principal (a Ilha Grande da Terra do Fogo, chamada de Tierra del Fuego) e um grupo de ilhas menores. Sua superfície total é de 73.753 km², sendo o arquipélago separado do continente sul-americano pelo estreito de Magalhães. A ponta mais a sul do arquipélago é o Cabo Horn.

É portanto uma província que fica no sul da Argentina. A paisagem, com as montanhas no último trecho da Cordilheira dos Andes de um lado, e as geleiras, por outro, proporcionam uma visão deslumbrante aos visitantes. É repleta de extensas florestas e paisagens diferentes, como pântanos, vales, geleiras, montanhas, além do litoral. Possui também locais de importante conteúdo histórico, cultural e artístico. Também é conhecida como “Deserto da Patagônia.

Em 1881, o território foi dividido entre a Argentina (província da Terra do Fogo) e o Chile ( província da Terra do Fogo). As localidades mais importantes do arquipélago são Ushuaia, Rio Grande, Tolhuin e Porvenir, as três primeiras na parte argentina e a última na chilena.

De acordo com o Censo Nacional de População de 2010, Tierra del Fuego tem 126,998 habitantes em sua três localidades.

Rio Grande está localizada no norte da província de Tierra del Fuego, mais precisamente na margem norte do Rio Grande, onde ele deságua no Oceano Atlântico. O nome da cidade deriva do rio que a atravessa. De acordo com o Censo Nacional de População de 2010, Rio Grande tem 70,042 habitantes (incluindo Tolhuin). É chamada a "Capital Internacional da Truta", onde o turista pode obter objetos exclusivos feitos de pesca, que cativa milhares de visitantes que procuram truta Brown, arco-íris, ribeiro e salmão do Pacífico.

A cidade possui sítios naturais e históricos, bem como uma Reserva da Província da Costa Atlântica. Há também as atrações como a Missão Salesiana, cerca de 12 km ao norte de Rio Grande, Cabo Domingo e monumentos comemorativos aos mortos em Malvinas, que são lugares e se pode aprender a mergulhar na história de Tierra del Fuego.

Nesta cidade, pode-se desfrutar do turismo rural, com serviço de guias pelas regiões, com caminhadas e observação do trabalho rural, além deing si serviços de catering, guias de pesca e alojamento.

Algumas propriedades têm alojamentos de pesca, localizadas em lugares calmos longe de centros urbanos, próximos aos serviços de pesca, que são reconhecidos internacionalmente pela qualidade e tamanho de sua truta. Neste tipo de estadia, ovisitante tem todas as comodidades necessárias para tornar a estadia muito agradável.

A cidade de Tolhuin é o centro urbano localizado entre Ushuaia e Rio Grande. Na língua Selknam, significa “coração”, por isso é chamada de “o coração da ilha”. Tolhuin está localizada em estreita proximidade com a cabeça do Lago Fagnano, no antigo trajeto da Rota Nacional 3. É distante de Ushuaia cerca de 98 km e 105 km de Rio Grande. Em 2012, a comunidade de Tolhuin adquiriu seu status de município, considerando que o Censo Nacional de População de 2010 revelava uma população de 3004 habitantes.

Ushuaia, capital da província, está situado no Canal Beagle e rodeada pela cordilheira Martial, em uma baía de singular beleza protegida pelos ventos. Seu nome vem da língua Yamana e é interpretado como "baía que penetra em direção ao oeste." Departamento de Ushuaia tem uma área de 9.390 km2 (inclui Staten Island e Ilhas Beagle) e uma população de 56.956 habitantes, segundo o Censo Nacional de População de 2010.

A nossa cidade também chamada de Rio Grande, com o aposto de “Noiva do Mar” é uma bela e rica região que se situa no extremo sul do RS, porém bem distante da Terra do Fogo.

fontes: .
www.tierradelfuego.org.ar/v4/_por/index.php?seccion=4

Postar um comentário

PULICAÇÕES MAIS VISITADAS

TRABALHO VOLUNTÁRIO NO HOSPITAL PSIQUIÁTRICO : UMA PROVOCAÇÃO PARA A VIDA

 TRABALHO VOLUNTÁRIO NO HOSPITAL PSIQUIÁTRICO : UMA PROVOCAÇÃO PARA A VIDA
Participávamos de um grupo de jovens religiosos, no final da década de 70. Era um grupo incomum, porque embora ligado à igreja católica, recebia participantes que não possuíam religião definida, sendo um deles, inclusive espírita.  Formava um caldo interessante, porque as discussões, ainda que às vezes, estéreis, produzia muitos encaminhamentos para discussão. Era  realmente um agrupo eclético, e por assim dizer, quase ecumênico. A linha que nos norteava era a solidariedade com o próximo. Queríamos inconscientemente modificar o mundo, pelo menos minorar o sofrimento dos que estavam a nossa volta. Diversos temas vinham à pauta, tais como moradores de vilas paupérrimas, desempregados, idosos do asilo, crianças sem acesso a brinquedos ou lazer. Era uma pauta bem extensa, mas houve um tema que foi sugerido por mim. Tratava-se de se fazer algum tipo de trabalho com os pacientes do hospital psiquiátrico. Houve de imed…

METÁFORAS CRUÉIS : desqualificação das mulheres e negros

Certa vez, em uma disciplina de um curso de pós-graduação em linguística, avaliamos uma série de adjetivos ou substantivos adjetivados que soam lisonjeiros para os homens e ao contrário, para as mulheres produziam conotação pejorativa, pois a própria palavra utilizada possui juízo de valor, tanto para um lado quanto para o outro. Estas distorções linguísticas são foco de vários estudos de cursos de pós-graduação e muito bem explanadas em vários artigos. Sabe-se entretanto, que a língua é apenas um instrumento que é fruto da cultura dos cidadãos de um país.
Estes adjetivos constituem metáforas que desquafilicam o sujeito feminino e qualificam o masculino. Se não, vejamos alguns exemplos, que foram exaustivamente avaliados em vários trabalhos, mas que cabe aqui, identificá-lo en passant. O adjetivo vadia, para a mulher tem a ver com promiscuidade, assim como vagabunda. No caso do homem, o termo vagabundo ou vadio, tem a abordagem do trabalho, mas pode incluir também um significado pos…

PIOLHOS DE RICO

Há quem adore rico. Certamente não àquele rico de fachada, que aparece toda semana nas páginas de socialite dos jornais ou fazendo campanhas de benemerência, sob alcunhas de bons moços e gente de bem. Gente chic que veste nos grandes magazines (sic) e se atualiza em grifes de marketing.
Há os que adoram gente rica, e não são pessoas ruins ou cidadãos menores. São apenas simplórios.
E também não há nada contra os verdadeiramente abonados, que construiram suas fortunas e obtiveram seus bens com seu trabalho, aumentaram seu patrimônio ou investiram nos que lhes foi legado de direito.
Mas há os que grudam nos ricos, diria que são verdeiros piolhos de rico, cono costumava dizer um colega de trabalho, talvez um pouco incomodado pela sabujice de um ou outro companheiro.
Mas analisando a situação, percebi que piolho de rico é aquele que está sempre grudado numa pessoa abonada, em qualquer esquina que vá, em qualquer cruzeiro pra lhe dar as boas idas (e vindas), em qualquer festa de bodas em …