Que venhas logo

"Elaborei este poema antes que ela viesse. Agora já está por aí, meio parecendo outra."

Quero esta mulher perto de mim, ouriçando meus cabelos

Sentindo seu bafejo próximo, tão próximo que o aroma arrepia-me os pelos

Quero-a mais próxima, levando tudo por diante

Não a quero calma, pacata, silenciosa

Quero-a guerreira, firme e enérgica

Quero que espalhe a luz, que empurre as folhas, que vergue os troncos

Quero-a resistente, alvissareira e alegre.

Quero-a, sobretudo num clima ameno, que antecipe o verão.

Quero que passe o inverno e que chegues rápido, primavera!

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TRABALHO VOLUNTÁRIO NO HOSPITAL PSIQUIÁTRICO : UMA PROVOCAÇÃO PARA A VIDA

PIOLHOS DE RICO

METÁFORAS CRUÉIS : desqualificação das mulheres e negros